SALADA DE FRUTAS NO COPO DE GIM

Thursday, December 14, 2006

O VÔO DA CIGARRA

15H32, ele saiu de Porto Rico, clima envolvente e aroma de paixão, loucuras de férias que acabara de terminar.
Pra Brasília voltou, vida cotidiana caotica, sua realidade era a mesma que levava a 11 anos naquela empresa famosa por vender biscoitos, hummm aquele cheirinho, nojo pra ele, ja havia saturado a cota daquele cheiro. Ele, fazia a mesma pergunta todos os dias "porque é tão difícil voltar pra casa quando acabara de sair de um paraíso, voltar ao caos", sustentabilidade, sempre se repondia . Já tinha casa, cachorro e não precisava de mais nada só voltar ao paraíso afinal 11 anos no mesmo lugar era um saco, pediu pra ser demitido e foi, teve uma brilhante idéia, voltar pra Porto Rico, por fim péssima idéia, o dinheiro acabaria em menos de 1 ano. O que fazer então??? Queria vida nova, emprego novo, foi chamado pra fazer um teste em uma empresa de Manaus e ficou muito entusiasmado com a notícia afinal Manaus tem grandes indústrias e pra lá ele foi. Três horas foi suficiente pra não gostarem dele e manda-lo embora, uma pena, seu paraíso estava longe demais agora, teria que voltar pra casa e assim entrou no avião e ficou a imaginar seu rumo, após alguns minutos sentiu um calor desesperador, alguma coisa estava acontecendo, virou e viu o fogo, olhou sua passagem, estava em um vôo que ficara estranho, de Manaus pra Brasília, voltando pra casa, de repente tudo começou a rodar, despencar, só ouvia o ruído muito forte das turbinas como se fossem cigarras cantando desesperadamente antes de estourar, seu paraíso havia sido encontrado, depois da escuridão. O inevitável.

0 Comments:

Post a Comment

<< Home