SALADA DE FRUTAS NO COPO DE GIM

Wednesday, December 27, 2006

A FLOR DA PELE

Olhando da sacada do prédio em que moro vejo vaga-lumes que iluminam a cidade em que vivo, olho fixamente e quando me dou conta aquilo tudo na minha frente é uma tela, uma pintura morta, estou a vagar pela minha mente pensando, e a cidade é a tela do meu quadro. Eu sei que pra muitos assim como eu é complicado mas sempre tem alguem que diz que vai dar certo no final e se não der é porque não era pra ser, ela não podia, sim, não podia ter passado na minha frente e me olhado daquele jeito, deixando meu coração a trabalhar dobrado e meus instintos a flor da pele que me fizeram suspirar sem vergonha e sem mentira, acho que ela percebeu. Fico me observando no meu mundo, o espelho não tem sido um grande amigo, meus amigos ultimamente tem sido os mais duvidosos possíveis mas eu, bom eu quero estravasar meus sentimentos, eu quero me sentir daquele jeito de novo, por ela nos meus braços e aflorar ainda mais meus instintos e esquecer que o mundo existe pra não ter o problema de acordar amanhã e não tê-la mais comigo. Mas é esse o problema, eu não tenho ela comigo e acho que nem terei, nunca pensei que uma amizade pudesse virar paixão desse jeito, mas sou eu que me sinto assim, ela apenas me deu uns beijos e acho que foi pelo grau da noite e no dia seguinte, amigos. Queria poder ter poder de fazer as coisas acontecerem mas quem tem o poder de gostar de mim é ela e esse poder não é meu, só depende do futuro e eu nem gosto de dizer essa palavra "futuro" porque não consigo ser paciente o bastante pra ficar suspirando por ela até chegar a hora certa, tenho que ter atitude, tenho que saber, ter, amar, sonhar, construir e conseguir. Faz dias que não à vejo, meu coração dilasserado pede por ela, não tenho condições de ficar assim, sofrer outra vez, por que? Por ela...eu sofro, amo e quero, esse não é o fim da minha história, ainda não tenho ela, mas vou ter que ter vou ter coragem, vou ser feliz.

0 Comments:

Post a Comment

<< Home